Essências

Onde pulsa a Vida existe Momentos Únicos e Você como pessoa pode mudar para melhor,sempre.

Textos


Havia árvores frondosas aonde nasci.
Lembro-me que o vento forte empurrava os galhos ora para cima, ora para baixo
E muitas folhas ainda verdes eram arrancadas
Outras folhas amareladas facilmente se desprendiam
E todas, todas elas eram levadas adiante.
 
Eu não conseguia entender a lógica da Vida.
Porque as folhas ainda verdes deviam ser também arremessadas?
E por que arrancadas violentamente e tão cedo?
 
Havia árvores esqueléticas aonde cresci.
Lembro-me que o vento forte as açoitava raivosamente
Elas curvavam-se ora para a direita, ora para a esquerda
E o vento parava, a árvore ficava ereta, com pequenas e perfumadas flores entrelaçadas
 
Eu não conseguia entender a lógica da Vida.
Porque as flores mais perfumadas eram tão pequenas?
E porque desabrochavam ao mesmo tempo?
 
Há árvores secas aonde vivo.
Percebo que o vento as destrói lentamente
Elas permanecem com partes do seu interior cada vez mais visíveis
E quando o vento pára eu percebo que as suas raízes desfizeram-se ao Tempo. 
 
A Amizade nasce sem sementes
Brota constantemente
Curva-se às duras evidências
Mas a sua essência é mais forte
Pois sobrevive até no Tempo presente
Nas lembranças de cada um.


http://www.recantodasletras.com.br/audios/prosapoetica/53139
Robertson
Enviado por Robertson em 02/01/2013
Alterado em 06/01/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras